Onda de solidariedade angariou mais de 135 mil euros e, além de uma casa, deu uma nova vida a Tatiana

Em quatro dias, a conta criada para juntar 17.500€ somou 136.259,70€ e não aceita mais donativos.

Foto
Depois da ida ao programa Casa Feliz, da SIC, Tatiana recebeu várias ajudas DR/SIC

Há quem desafie Carmen Garcia a manter a conta aberta. Mas a enfermeira e autora do blogue A mãe imperfeita, que se assume “em estado de choque”, já pediu à gestora de conta para “encerrar os movimentos” e pede agora a todos para que não façam mais transferências. Isto porque “o objectivo foi superado” e, neste momento, há “verba para garantir a casa” e “garantir uma conta para a Bi (a menina com trissomia 21), que ela apenas possa mobilizar na maioridade, que lhe permita ter uma vida digna”.

Depois, e dado o montante reunido de 136.259,70€, há quem questione por que motivo não se adquire outra casa, noutro local, que não precise de tantas obras. Mas, como já tinha explicado ao PÚBLICO, Carmen Garcia esclarece na sua conta de rede social que, apesar de ser tentador olhar para esta verba e dizer ‘comprem uma casa maior e que já esteja construída sem precisar de obras’ (...), a família está bem integrada no bairro onde vive tendo lá uma muito importante rede de apoio. Não se retira uma família nestas circunstâncias do local onde estão bem integrados e acolhidos.

Mas, se sobrar dinheiro, depois de finalizada a casa, tratadas as questões de saúde e uma conta para a Bi, Carmen avança que talvez se consiga comprar um carro usado para que “a Tatiana possa ir buscar e levar os irmãos a escolas, terapias e consultas sem ter de depender do apoio de terceiros”.

Entretanto, “o arquitecto e o construtor já visitaram a casa” esta terça e no dia seguinte irá ser marcada uma “reunião com o arquitecto da Câmara”.

Foto
Imagens da actual casa de Tatiana DR

“Isto está a ser tão avassalador, tão gigante, tão bom”, escreve Carmen Garcia na rede social Facebook, esclarecendo que “não serão entregues quantias elevadas de dinheiro à família”, para proteger e garantir que não vão ver atropelados os seus direitos ou ser vítimas de tentativas de aproveitamento”, mas ressalva que serão garantidos “a casa, o carro, a saúde, as terapias e o futuro dos menores”. “A vida desta família começa a mudar agora”, declara.

Para acompanhar o processo bastará seguir a página de A mãe imperfeita ou a Madalena Abecassis no Instagram, já que a promessa é de registar “cada pequeno passo: a escritura, as obras, o resultado final...”. “Cada pequeno passo, cada compra, cada factura serão do vosso conhecimento”, garante Carmen Garcia.

A conta bancária foi aberta na sexta-feira, dia em que Carmen Garcia desafiou os seus milhares de seguidores a fazerem uma magia de Natal: oferecer uma casa digna a Tatiana que, com apenas 22 anos e após a morte da mãe (o pai já morrera há sete anos), decidiu ser cuidadora de três irmãos menores, de 8, 11 e 12 anos, sendo que a do meio tem trissomia 21 e, por ter nascido sem recto, sofre de incontinência fecal.

À mãe Imperfeita juntou-se a influencer Madalena Abecasis que, além de contar com mais de 300 mil seguidores, abriu a porta ao contacto com muitas marcas que não se acanharam nos donativos, de serviços e bens.


Artigo actualizado com esclarecimentos de Carmen Garcia