Mascararte em Bragança: máscaras há muitas

[Actualização: canceladas várias actividades]. Sem podermos esquecer as máscaras de protecção, até quase nos esquecemos que há outras: eis as Mascaradas de Inverno da Raia Ibérica no regresso do festival Mascararte. De 25 a 27 de Novembro e a 6 de Dezembro.

Museu Ibérico da Máscara e do Traje
Fotogaleria
Mascararte (2019) CM Bragança
carnaval,trasosmontes,exposicao,braganca,tradicoes,fugas,
Fotogaleria
Mascararte (2019) CM Bragança
carnaval,trasosmontes,exposicao,braganca,tradicoes,fugas,
Fotogaleria
Mascararte (2019) CM Bragança
carnaval,trasosmontes,exposicao,braganca,tradicoes,fugas,
Fotogaleria
Mascararte CM Bragança
carnaval,trasosmontes,exposicao,braganca,tradicoes,fugas,
Fotogaleria
Mascararte (2017) CM Bragança
carnaval,trasosmontes,exposicao,braganca,tradicoes,fugas,
Fotogaleria
Mascararte (2019) CM Bragança

“Mascaradas Raianas – Mascaradas de Inverno da Raia Ibérica do antigo território Zoela”. É este o tema da X Bienal da Máscara em Bragança. É o Mascararte, com as máscaras a invadirem a cidade entre 25 e 27 de Novembro, a anteceder o programa de Natal local, e a 6 de Dezembro. Não as de protecção, que agora usamos todos os dias, mas as que mantêm vivas as tradições da região.

O ponto alto é o desfile de centenas de mascarados, nos dois lados da fronteira e no centro histórico, a desembocar na Queima do Mascareto, onde música, dança e caretos animarão a festa no sábado. [Desfile cancelado]

Mas há mais para ver, ouvir e fazer nesta décima edição da bienal, seja um concerto dos Gaiteiros de Lisboa logo na primeira noite, uma mostra de artesãos, conversas, exposições ou um Laboratório de Máscaras para as construir com materiais diversos e usar no próximo Carnaval dos Caretos [Laboratório cancelado].

Entre os destaques do programa, encontram-se ainda, logo na quinta-feira, a inauguração da exposição temática Mascaradas de Inverno da Raia Ibérica e abertura do Espaço Máscara, com mostra de artesãos (Centro Cultural Municipal Adriano Moreira, 18h). Logo a seguir, o lançamento do documentário Villanueva de Valrojo: Demónios e Antruejos, de Manuel Gardete e Academia Ibérica da Máscara (no auditório do centro). À noite, debate-se O Papel das Comunidades nos Rituais das Festas de Inverno (mesmo local, 21h). 

Na sexta-feira, além do Laboratório de Máscara para jovens estudantes, inaugura a exposição Mascaradas Raianas, de Carlos Gonzalez Ximenez (no Centro de Fotografia Georges Dussaud, 17h30). Pouco depois decorrerá a conferência Máscaras em Trás-os-Montes: tipologias, topologias e metodologias de pesquisa (no centro Adriano Moreira, 18h). À noite, há espectáculo dos Gaiteiros: Bestiário (Teatro Municipal de Bragança, 21h)

Foto
Mascararte (2019) CM Bragança

No sábado será apresentado o livro Mascaradas de la Península Ibérica de Oscar Gonzalez (no centro cultural, 10h30) e decorre o workshop Uma nova visão sobre a máscara, para pais e filhos, no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais [Workshop cancelado]

O momento mais festivo arranca às 16h30 de sábado: desfile de máscaras ibéricas pelas ruas do centro histórico de Bragança a partir das 16h30 e espectáculo da Queima do Mascareto à 18h sob o mote O Conflito dos dois mundos – Bem e Mal. [Desfile cancelado]

Ainda um momento final da edição deste ano, mais contida, naturalmente já que decorrerá (ainda) sob o signo da pandemia e de outras máscaras: dia 6 de Dezembro é inaugurada a exposição colectiva Um outro olhar sobre a máscara (no centro cultural Adriano Moreira, 18h).

O programa completo destas Mascaradas Raianas está detalhado aqui