O realizador de Cobain: Montage of Heck tem novo filme com “milhares” de horas inéditas de Bowie

Filme poderá estrear-se em Sundance já em Janeiro. Uso de material inédito tem aprovação da família de David Bowie.

Foto
Bowie em palco em 2013 Shaun Best

O realizador Brett Morgen, autor do documentário Kurt Cobain: Montage of Heck, vai dirigir um filme sobre David Bowie com base em “milhares” de horas de imagens inéditas do músico a actuar. A notícia, avançada sexta-feira pela revista Variety, conta ainda que o projecto, descrito como “altamente secreto”, tem o aval da família de Bowie.

O projecto está na calha há quatro anos, escreve a revista especializada, e não é facilmente enquadrável num género: “nem documentário nem biografia, mas uma experiência cinemática imersiva construída, em parte, sobre milhares de horas de material nunca antes visto”, como disse uma fonte próxima da produção à Variety.

Brett Morgen tem créditos firmados nos filmes de música pelo documentário que misturava vídeos caseiros de Kurt Cobain e animação para uma espécie de epitáfio cinematográfico do “frontman" dos Nirvana. Montage of Heck estreou-se em 2015, precedido nos destaques do currículo de Morgen por Crossfire Hurricane (2012), sobre o início da carreira dos Rolling Stones, ou The Kid Stays in the Picture (2002), sobre o produtor de cinema Robert Evans, e sucedeu-lhe o premiado Jane (2017), sobre a primatóloga Jane Goodall.

No filme sobre Bowie, que ainda não tem título conhecido nem data de estreia — embora a revista norte-americana indique que o autor gostaria de ver o título circular nos ecrãs Imax e que o filme ainda poderá estrear-se no próximo Festival de Sundance, em Janeiro de 2022 —, Brett Morgen vai não só realizar mas também produzir, montar e escrever. A produção musical, por seu turno, vai estar a cargo do produtor de Bowie Tony Visconti.

A família de Bowie é contra a realização de um "biopic” sobre a vida do músico, com a sua viúva, Iman, a garantir que “será sempre um não” que dirão quando questionados sobre isso, porque Bowie não o faria.

O sexto aniversário da morte de David Bowie assinala-se a 10 de Janeiro do próximo ano.