Centenas de migrantes levados da fronteira para um armazém na Bielorrússia

Porta-voz de Lukashenko diz ter proposto que União Europeia recebesse dois mil requerentes de asilo e que a Bielorrússia repatriaria os outros. Esta quinta-feira partiu o primeiro voo de repatriamento para o Iraque.

Foto
Cerca de mil migrantes passaram a noite num armazém perto da fronteira com a Polónia Reuters/BELTA

As autoridades da Bielorrússia levaram centenas de pessoas, em autocarros, da fronteira com a Polónia para um armazém onde tiveram abrigo temporário. A agência de notícias Belta disse que mais de mil pessoas passaram a noite num centro de logística perto da fronteira de KuznicaMas não é ainda claro se estas pessoas vão estar neste local até serem de novo levadas para a fronteira, para tentarem, de novo, passar para a Polónia, ou se vão ser levadas para Minsk.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários