Há coisas que nunca se esquecem na vida

Cumprem-se nesta sexta-feira 30 anos do massacre de Santa Cruz. A 12 de Novembro de 1991 militares indonésios mataram a tiro entre 300 a 400 timorenses que, depois de uma missa, protestavam contra a invasão do seu país. Uma atrocidade que acordou o mundo para Timor-Leste.

Foto
Fotograma do documentário de Max Stahl que passou na televisão imagem tv

Há coisas que nunca se esquecem na vida. Quando, ao início da noite 20 de Dezembro de 1991, a RTP passou as imagens do chamado massacre de Santa Cruz fiquei colado ao sofá. Na minha cabeça repetia vezes sem conta uma pergunta: “Como é possível?”

Sugerir correcção
Comentar