“Do fundo do coração, percebi que o apartheid estava errado”, disse De Klerk na sua última mensagem

O antigo dirigente ganhou um lugar na história do país por ter negociado a transferência pacífica de poder para um Governo de maioria negra sob a liderança de Nelson Mandela. Morreu aos 85 anos, vítima de cancro, e deixou uma última mensagem gravada em vídeo.

Frederik Willem de Klerk
Fotogaleria
Frederik Willem de Klerk BAS CZERWINSKI/EPA
Frederik Willem de Klerk (à esquerda) e Nelson Mandela (à direita)
Fotogaleria
Frederik Willem de Klerk (à esquerda) e Nelson Mandela (à direita) STR/EPA

O último Presidente branco da África do Sul, Frederik Willem de Klerk, de 85 anos, morreu esta quinta-feira, vítima de cancro, deixando um pedido final de desculpas em vídeo pelos crimes contra outros grupos étnicos durante décadas de apartheid.

Sugerir correcção
Comentar