Dopesick: a epidemia dos opiáceos na América contada em oito episódios

A nova minissérie da Hulu, que chega a Portugal via Disney+, foca o papel que a Purdue Pharma e a família Sackler tiveram nesta tragédia que levou à morte de mais de 500 mil pessoas.

Foto
Jake McDorman e Peter Sarsgaard em Dopesick, sobre a epidemia dos opiáceos na América DR

Durante anos, e em particular na década de 1990, a Purdue Pharma, empresa farmacêutica da família Sackler, vendeu agressivamente o opiáceo Oxycontin como sendo um medicamento que não viciava e que podia portanto ser prescrito a torto e a direito. Através de esquemas e mentiras, essa estratégia acabaria por dar origem à epidemia de opiáceos que então se instalou nos Estados Unidos. Em 2007, a empresa foi obrigada a pagar uma multa de mais de 630 milhões de dólares (545 milhões de euros) e alguns dos seus executivos foram julgados. É esta história que é contada em Dopesick, a nova minissérie de oito episódios da Hulu que chega cá via Disney+ na próxima sexta-feira.

Sugerir correcção
Comentar