Quinta dos Abibes Sublime Tinto 2015: um Touriga Nacional da Bairrada com ares de Baga

O vinho tem taninos sólidos e, apesar dos 14,5% de álcool, mostra também uma bela acidez.

Foto

Um vinho que leva “sublime” no nome presta-se a muitas considerações qualitativas. Podemos sempre dizer que o vinho é mesmo sublime ou também que de sublime tem pouco ou até nada. É uma designação apelativa mas perigosa, porque coloca o consumidor perante uma expectativa elevada. Mas não deixa de ser uma opção corajosa do produtor.

Sugerir correcção
Comentar