Ouvir Mateus Aleluia, a voz dos Tincoãs que une as nações do candomblé

Actuou em Portugal nos anos 80, com Os Tincoãs, e regressa a solo: Mateus Aleluia, compositor, cantor, investigador e poeta baiano, estará esta quinta-feira no B.Leza, às 22h, depois de ter actuado na Womex. E dia 6 estará em Coimbra.

Foto
Mateus Aleluia numa foto de divulgação VINICIUS XAVIER

Mateus Aleluia, cantor e compositor que fez parte do celebrado grupo baiano Os Tincoãs e que desde o início do século iniciou uma carreira a solo, actuou no Rivoli, no Porto, integrado na Womex, onde foi também exibido um documentário centrado nele (Aleluia, o canto Infinito do Tincoã, de Tenille Bezerra), aproveitando para actuar noutros palcos. Já cantou em Évora e em Lisboa (Espelho d’Água) e actuará de novo esta quinta-feira em Lisboa, agora no B.Leza (22h) e dia 6 de Novembro em Coimbra (Salão Brazil, 22h).

Sugerir correcção
Comentar