Primeiro capítulo de O Poder do Cão, de Thomas Savage

Este romance, que esta terça-feira chega às livrarias pelas Edições Asa, é considerado a obra-prima de Thomas Savage. Escrito em 1967, conta a história de dois irmãos, Phil e George Burbank, que vivem num rancho isolado no Oeste americano. Foi adaptado ao cinema por Jane Campion, que recebeu por ele o prémio de melhor realizadora no Festival de Veneza. O filme estreia-se a 1 de Dezembro na Netflix.

Foto
Uma das imagens do filme de Jane Campion que adapta do livro de Thomas Savage

Era sempre Phil que tratava da castração; primeiro, cortava a parte inferior do escroto e atirava-a para o lado; a seguir, empurrava primeiro um e depois o outro testículo, abria a membrana translúcida que os envolvia, puxava-os para fora e arremessava-os para o fogo onde se aqueciam os ferros de marcar o gado. O sangramento era surpreendentemente reduzido. Poucos momentos depois os testículos explodiam como pipocas gigantes. Dizia-se que alguns homens os comiam com um pouco de sal e pimenta. «Ostras da montanha», chamava-lhes Phil, com aquele seu sorriso irónico, e sugeriu aos jovens vaqueiros do rancho que, se andavam enrolados com as raparigas, fariam bem em comê-los também.

Sugerir correcção
Comentar