Com crise política, TAP fica ainda com mais interrogações no ar

Indefinição política surge quando a empresa pública aguarda ainda “luz verde” de Bruxelas ao plano de reestruturação e mais verbas estatais para o seu financiamento.

Foto
TAP voltou a ser uma empresa pública EPA/MÁRIO CRUZ

A TAP tem estado no centro do debate político, e assim deverá permanecer nos próximos tempos, com a perspectiva de dissolução do Parlamento e eleições antecipadas a surgir numa altura fulcral para a vida da companhia aérea, que aguarda ainda a “luz verde” de Bruxelas para o plano de reestruturação e necessita de mais verbas estatais.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários