Este obscuro objecto de desejo

Nem cinema a querer ser televisão nem televisão a querer fingir-se de cinema, a suposta prequela de Os Sopranos habita um território próprio, singular, simultaneamente entusiasmante e frustrante. A partir de dia 28 no videoclube NOS.

,Michael Gandolfini
Fotogaleria
Todos os Santos de Newark está disponível no videoclube NOS, antes de seguir para os canais TVCine e outras plataformas
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
ipsilon-papel,cultura,ipsilon,critica,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
,Dickie Moltisanti
Fotogaleria

Aqui está um caso que vem baralhar por completo a lógica que separa o cinema da televisão, “cada coisa no seu sítio”. Os Santos Mafiosos de Newark não chegou às salas em Portugal, ficando-se pelo lançamento em videoclube antecipando a futura disponibilidade em plataformas de cabo e streaming. Mas, embora seja um filme autónomo pensado para as salas de cinema, faz parte de um universo dramático que foi originalmente criado para a televisão: Os Sopranos, a já mítica criação de David Chase para o canal HBO.

Sugerir correcção
Comentar