Como posso consumir de forma mais responsável? Exercício académico inventou uma solução

Pela Internet, sem nunca se cruzarem, três universitários aceitaram o desafio de tentar perceber como os jovens da sua geração olham para a neutralidade carbónica, e, ao mesmo tempo, recorrendo ao método do design thinking, desenvolver uma forma de a promover entre eles. A ideia saída deste projecto promovido pelo CEIIA ainda está na gaveta, mas disponível para quem a quiser desenvolver.

Foto
A pegada carbónica a partir das compras no supermercado está no centro da ideia desenvolvida pelo CEIIA Daniel Rocha

Em plena pandemia, três estudantes do ensino superior, que não se conheciam, e que, durante todo o processo, nunca se encontraram pessoalmente, envolveram-se num desafio que lhes foi lançado por uma equipa do CEIIA — Centro de Engenharia e Desenvolvimento, em Matosinhos, liderada pela professora Joana Mendonça. O objectivo era, através do método do design thinking, procurarem responder a duas questões: o que é a neutralidade carbónica para os jovens? E como pode ser promovida entre eles? Ao longo de quatro meses os três universitários recolheram informações e chegaram a uma proposta que está, por enquanto, na gaveta — mas disponível para ser desenvolvida por potenciais interessados e, eventualmente, levar mais pessoas a agir de forma ambientalmente mais consciente.

Sugerir correcção
Comentar