Portugal na cauda da Europa na poupança energética com intervenções nos edifícios

Relatório produzido para a Comissão Europeia concluiu que, entre 2012 e 2016, Portugal foi o país da UE que conseguiu menores poupanças energéticas nos edifícios residenciais.

Foto
Miguel Manso

Enquanto se aguarda que os 300 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que o Governo destinou à eficiência energética no sector residencial cheguem ao terreno e se traduzam em redução de emissões, poupanças de energia e maior rendimento disponível para as famílias no final do mês, é possível constatar que, durante anos, esta foi uma área em que Portugal pouco ou nada avançou.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários