A fuga das mulheres no Afeganistão atinge a economia e as esperanças das raparigas

Mulheres profissionais deixam o país devido a ameaças, um êxodo que vai ter consequências para o país: para já económicas, e depois na próxima geração.

mundo,religiao,taliban,asia,afeganistao,medio-oriente,
Fotogaleria
AKHTAR SOOMRO/Reuters
,Afeganistão
Fotogaleria
Um mural pedindo igualdade de género no Afeganistão WANA NEWS AGENCY/Reuters
mundo,religiao,taliban,asia,afeganistao,medio-oriente,
Fotogaleria
Um cartaz publicitário com uma mulher em Cabul WANA NEWS AGENCY/Reuters
mundo,religiao,taliban,asia,afeganistao,medio-oriente,
Fotogaleria
As mulheres afegãs viram desaparecer em dias progressos que demoraram mais de uma década a atingir ZOHRA BENSEMRA/Reuters
mundo,religiao,taliban,asia,afeganistao,medio-oriente,
Fotogaleria
Uma manifestação a pedir que as raparigas possam ir à escola e mais oferta de empregos EPA/STRINGER

Marzia passou os últimos dez anos a tratar algumas das mulheres em maior situação de pobreza em Cabul. Mas a parteira pôs o seu estetoscópio numa mala, junto com algumas fotografias, e deixou o Afeganistão com o marido e o filho.