Para acabar com o rei na barriga

O mundo que se conta a partir do que se diz.

“Não se pode admitir em pleno século XXI que o chefe de Estado não se escolha por sufrágio, mas por fecundação.” Documento das conclusões da Universidade de Outono do partido espanhol Podemos

Sugerir correcção
Ler 4 comentários