Do cónego Melo homenageado aos “Democratas de Braga” esquecidos

Armando Bacelar, Emídio Guerreiro, Francisco Salgado Zenha, Joaquim Santos Simões, Humberto Soeiro, Lino Lima e o meu avô Victor de Sá foram alguns dos cidadãos que ajudaram a derrubar o regime de Salazar e a consolidar a democracia.

De há uns anos para cá, tenho vindo a efectuar diversos contactos com várias entidades e personalidades para se homenagearem os “Democratas de Braga”. Este foi um dos movimentos antifascistas mais importantes, com ações de enorme coragem cívica e política que teve impacto a nível nacional e que contou com figuras ímpares que fazem parte da história do derrube da ditadura, mas também da construção e consolidação da democracia, e que representam com toda a sua grandiosidade o ADN das gentes do distrito do Minho e da história de Braga, que alguns ainda hoje persistem em querer apagar da memória colectiva.