Jovem de 17 anos morre engasgado em escola de Espinho

Os bombeiros encontraram o estudante no chão da cantina, em paragem cardiorrespiratória.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Um jovem de 17 anos morreu nesta quarta-feira na Escola EB 2 e 3 Sá Couto, de Espinho, na sequência do que fonte local dos bombeiros descreve como um engasgamento.

Os Bombeiros Voluntários do Concelho de Espinho foram chamados ao local pelas 13h14 e encontraram o estudante no chão da cantina, em paragem cardiorrespiratória. “Foram realizadas manobras de reanimação, sem sucesso, e o óbito foi declarado no local”, declarou à Lusa o comandante da referida corporação do distrito de Aveiro, Pedro Louro.

Quanto à causa da morte, o mesmo responsável adianta: “Aparentemente, foi uma obstrução das vias aéreas.”

O jovem era residente em Argoncilhe, no concelho vizinho de Santa Maria da Feira, e tinha uma deficiência física não identificada.

Nas operações de socorro estiveram envolvidos bombeiros e uma viatura do INEM de Santa Maria da Feira.

A Lusa tentou ouvir a direcção da Escola EB 2 e 3 Sá Couto, mas não foi possível até ao momento.