Segunda, na TV: um massacre racial entre A Origem, O Caçador e os sucessores

Escolhas para ficar a ver televisão.

Foto
O canal História estreia o documentário O Massacre Racial de Tulsa DR

CINEMA

A Origem
Fox Movies, 21h15
Dom Cobb é um ladrão de ideias e um espião de topo. A sua especialidade é entrar na mente das pessoas e extrair-lhes segredos durante o sono. Agora, tem uma missão ainda mais complexa para cumprir: implantar uma ideia na mente de alguém. Com argumento e realização de Christopher Nolan, um filme de acção com Leonardo DiCaprio, Michael Caine, Joseph Gordon-Levitt, Marion Cotillard e Ken Watanabe. Das oito nomeações que recebeu para os Óscares, colheu quatro estatuetas em categorias técnicas. A seguir, às 23h43, o canal passa outro filme de Nolan: Interstellar.

O Caçador
Cinemundo, 22h50
Vencedor de cinco Óscares em 1979 (um deles para o realizador, Michael Cimino), é um dos mais polémicos filmes sobre o Vietname. Robert De Niro, John Savage e Christopher Walken encarnam três amigos antes, durante e depois da guerra. Uma das cenas mais fortes é a “roleta russa” que são obrigados a jogar uns contra os outros, quando apanhados pelos vietcongs.

Animais Nocturnos
Hollywood, 23h25
Susan Morrow sente-se cada vez mais só. Um dia, recebe pelo correio a cópia de um romance escrito pelo primeiro marido, de quem não tem notícias há vários anos. A obra, que lhe é dedicada, conta a história de um casal com uma filha pequena. Ao mesmo tempo que se sente impelida à leitura, Susan sente-se profundamente incomodada por ver ali uma forma de vingança dele. Amy Adams, Jake Gyllenhaal, Michael Shannon, Aaron Taylor-Johnson, Isla Fisher, Armie Hammer, Laura Linney, Andrea Riseborough e Michael Sheen dão vida ao thriller psicológico distinguido em Veneza com o Grande Prémio do Júri. Realizado escrito e produzido por Tom Ford, baseia-se na obra Tony and Susan, de Austin Wright.

Cá por Casa Tudo Bem
RTP2, 23h53
Uma família italiana reencontra-se para celebrar as bodas de ouro de Alma e Pietro, os patriarcas. Tudo corre bem até uma tempestade os obrigar a prolongar a estadia. É então que antigos ressentimentos começam a despertar as mais inesperadas discussões. Gabriele Muccino realiza esta comédia, segundo um argumento seu e de Paolo Costella.

DOCUMENTÁRIOS

O Massacre Racial de Tulsa
História, 22h15
Estreia. Em 1921, a cidade de Tulsa, Oklahoma, foi o cenário de um dos mais trágicos momentos de violência racial da história dos EUA. Em cerca de 18 horas, morreram centenas de cidadãos negros, às mãos de uma multidão enfurecida de brancos que arrasou o distrito de Greenwood. Mais de um século depois, ainda ninguém foi responsabilizado nem levado à justiça. É sobre esse acontecimento que se debruça este trabalho, que também revela as descobertas dos recentes trabalhos de exumação de restos mortais encontrados numa vala comum. É o primeiro de três documentários, todos inéditos, que compõem o especial História Negra. Seguem-se Os Pilotos de Tuskegee: Um Legado de Coragem, acerca do papel do esquadrão de pilotos afro-americanos na II Guerra Mundial (às 23h37), e Combater o Poder (00h19), em que Kareem Abdul-Jabbar narra os principais episódios de protesto no país e o seu impacto na evolução dos direitos civis e humanos.

SÉRIE

Succession
HBO, streaming
Estreia da terceira temporada. Criada e realizada por Jesse Armstrong, e com nove Emmys no currículo (entre outros prémios), a série segue os Roy, um clã que se digladia pela sucessão ao patriarca (Brian Cox) na liderança do império empresarial da família, enquanto vai expondo o lado putrefacto dos seus valores, dando outro significado à expressão “podres de ricos”. Nos novos episódios, “as tensões aumentam à medida que uma dura batalha corporativa ameaça transformar-se numa guerra civil familiar”, anuncia a HBO.

MÚSICA

Eléctrico
RTP1, 00h42
Recordação da “desgarrada” entre Lena d’Água e Capicua, no programa realizado por André Tentúgal e apresentado por Henrique Amaro e Vanessa Augusto, com a Antena 3 na curadoria. A primeira canta Desalmadamente (2019), título do primeiro álbum de originais em 30 anos, e resgata sucessos do passado; a segunda responde com o hip-hop de Madrepérola (2020), disco que inclui Último mergulho, um dueto com Lena.