Jogos de guerra em Taiwan

O que agora assistimos não é novo, é mais intenso.

O mundo voltou a despertar com mais episódios do aventureirismo da máquina de guerra da República Popular da China (RPC) na Zona de Identificação da Defesa Aérea de Taiwan, oficialmente designada por República da China (ROC). Um conjunto recorde de aeronaves chinesas entrou naquele espaço de segurança, desafiando, em primeira instância, o governo insular e os Estados Unidos. Em apenas três dias foram enviados 111 aviões, uma das ofensivas mais intensas das últimas décadas. Para se ter uma noção da escalada das incursões chinesas, em 2020 Taiwan registou 380 casos na sua zona de defesa e em 2021, quando o ano ainda não terminou, este número já vai em 600.