IRS de 2022 ainda não desfaz o “enorme” aumento do tempo da troika

Apesar da revisão dos escalões em 2018 e 2022, os contribuintes pagarão mais IRS no próximo ano do que antes da crise financeira.

Foto
A proposta do OE para 2022 foi entregue no Parlamento na noite de 11 de Outubo Nuno Ferreira Santos

Um milhão e meio de famílias vai pagar menos IRS no próximo ano do que em 2021, mas, agora que o Governo dá por concluída a revisão dos escalões, a generalidade dos contribuintes continuará a pagar mais imposto sobre o trabalho do que antes do “enorme” aumento do IRS protagonizado pelo ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar.