Costa do Sal: é navio, hotel e restaurante e já anda a cruzar a ria de Aveiro

Há agora uma nova forma de usufruir da laguna aveirense. A embarcação Costa do Sal convida-nos a pernoitar ou a degustar uma refeição com os olhos postos na ria e, uma vez por semana, solta as amarras. A Fugas acompanhou uma das suas primeiras navegações.

Foto
Nelson Garrido

Só nos apercebemos da navegação quando constatamos que o cais começa a ficar, lentamente, para trás. Há que aproveitar o sol ao máximo antes que os dias cinzentos comecem a ser a regra e não a excepção e, na esplanada do deck, encontramos condições de excelência para deixar que os raios ultravioleta nos iluminem a pele. De copo na mão, sentados ou em pé, sentimos que estamos na primeira fila de um espectáculo que tem as águas da ria como palco e as suas margens como cenário. Ria adentro, da Costa Nova até à Torreira, o Costa do Sal está determinado em proporcionar-nos uma tarde de sábado aprazível, com quatro horas de navegação calma. E nem o nevoeiro que se abateu sobre a laguna a meio da viagem conseguiu estragar a festa.