Rui Horta vai deixar de ser director do Espaço do Tempo, a casa que o atou ao Alentejo

Depois de centenas de residências artísticas que contribuíram para a criação de muito do que de mais estimulante o teatro e a dança em Portugal deram a ver nos últimos 20 anos, o coreógrafo e programador procura sucessor. Fecha um ciclo para abrir outro, para que ele e a casa que criou recomecem.

Foto

Entra-se no pátio da antiga Garagem Magina a meio da manhã e apetece ficar. Na cozinha, Catarina Caixeiro prepara o almoço que há-de cheirar a poejo e a hortelã quando chegar ao prato. Lá dentro, sobre a mesa, há frutas e legumes da região a que se junta, pouco depois, uma caixa de cogumelos de um produtor local que faz entregas porta a porta. Aguarda-se a qualquer momento que Susana Chiocca, artista habituada a trabalhar com a performance, o vídeo e a palavra, toque à campainha e pouse as malas num dos 20 quartos desta casa que será também sua nos próximos dias.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários