Mulher de Rendeiro encontrou um dos quadros perdidos na parede da garagem

Maria de Jesus Rendeiro informou o tribunal que já encontrou metade das 15 obras que os inspectores da Polícia Judiciária deram como desaparecidas, no dia em que foram verificar a integridade os 124 bens arrestados ao ex-banqueiro há quase 11 anos.

Foto
João Rendeiro Rui Gaudêncio

Maria de Jesus Rendeiro informou o tribunal que, afinal, parte das obras arrestadas que estavam em falta não estão desaparecidas. A mulher do ex-banqueiro informou o tribunal que, na companhia dos seus advogados, Joana Fonseca e Abel Marques, já terá encontrado metade das 15 obras que a Polícia Judiciária deu como desaparecidas. E até deu como exemplo um quadro assinado por Robert Loncher (assim está designado no relatório da PJ, embora até agora os especialistas contactados pelo PÚBLICO não tenham conseguido identificar o artista), que foi encontrado no hall da garagem junto ao intercomunicador, e outro de Noronha da Costa, que não terá sido identificado pelo facto de a assinatura se encontrar no verso da tela.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários