PSD queria ter um “Ticão” no Porto e outro em Lisboa mas o PS recusou

Fusão com o Tribunal Central de Instrução Criminal entra em vigor a 4 de Janeiro. Socialistas também chumbaram reforço de competências do “Ticão” proposto pelo PSD.

Foto
Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre vão ter ajuda com os megaprocessos. Em princípio serão nove os juízes do (verdeiro) Ticão EPA/MARIO CRUZ / POOL

Foi aprovada na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, a fusão do chamado “Ticão”, o Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) que trata dos megaprocessos de criminalidade económico-financeira, com o Juízo de Instrução Criminal de Lisboa (assumindo-se apenas a designação do primeiro).