Sérgio Conceição só pensa em vencer o Sintrense

Treinador do FC Porto tem um bloco de imagens do AC Milan para analisar e preparar o compromisso da Champions, mas garante que só depois do encontro da Taça de Portugal se dedicará aos italianos.

Foto
Sérgio Conceição preparou o jogo com o Sintrense como se fosse da Liga dos Campeões Reuters/JASON CAIRNDUFF

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, admitiu esta quinta-feira a “responsabilidade” de vencer o jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal, frente ao Sintrense, da Série E do Campeonato de Portugal, vincando as aspirações de chegar à final e conquistar o troféu.

O técnico garantiu, em conferência de imprensa de antevisão da partida de sexta-feira, às 18h45, em Massamá, que estudou este adversário da mesma forma que estuda os da I Liga ou da Liga dos Campeões e garantiu que a equipa está preparada.

“É a festa da Taça, uma competição à qual eu e o clube damos muito valor. É a segunda mais importante a nível interno e temos aspirações de ir à final e ganhá-la. Penso que vamos ter um jogo em que a responsabilidade é toda nossa, contra uma equipa que ainda não perdeu. Estudámos o adversário da mesma forma que fazemos com as equipas do nosso campeonato e da Liga dos Campeões, vamos lá para ganhar”, frisou o técnico dos “dragões”.

Mesmo assim, o treinador da equipa “azul e branca” não descartou dificuldades que poderá encontrar no jogo e alertou para a necessidade de a equipa portista estar ao melhor nível.

“Os jogos são todos perigosos, independentemente do escalão. As equipas estão bem preparadas e, se não estivermos ao nosso nível habitual, podemos sofrer”, salientou.

Otávio "a melhorar"

Para este jogo, Sérgio Conceição confirmou a ausência de Mbemba, ainda a recuperar de lesão, mas referiu que Otávio “está a melhorar”, não adiantando se poderá ser opção. O técnico abordou ainda outras ausências.

“Mbemba está fora, o Otávio está melhor. De fora estará também Taremi por castigo. Depois, os sul-americanos, Corona, Uribe e Luis Díaz... é impossível estarem no jogo, só chegam no sábado”, referiu.

O treinador falou ainda de Corona e considerou que o mexicano continua abaixo do nível já demonstrado, por falta de descanso. “O momento do Corona não é tão exuberante como noutros tempos por causa de vários factores. Chegou tarde, teve pouco tempo de férias e por isso não tem jogado tanto. Tem aproveitado para descansar e para entrar bem nos jogos. Nunca olhei para os contratos dos jogadores, mas sim para o rendimento diário”, garantiu.

Questionado sobre o peso que o jogo comAC Milan, na terça-feira, para a Liga dos Campeões, pode ter para encarar os outros encontros, Sérgio Conceição desvalorizou.

“Vou confidenciar uma coisa. Tenho já há alguns dias um bloco grande de imagens do Milan e ainda não peguei nele. A equipa técnica sabe que é verdade. O foco total está no Sintrense e depois pensaremos no jogo da Liga dos Campeões”, concluiu.