Cinco séries sobre rivalidade e competição no trabalho

Cinco séries que têm como cenário escritórios, redacções ou agências de publicidade. Falam de pessoas influentes ou de principiantes que aguardam o seu momento. Todas mostram as dificuldades em lidar com stress, competição e, demasiadas vezes, desonestidade.

streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Billions
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
The Newsroom
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Mad Men
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Silicon Valley
,Televisão
Fotogaleria
The Office

Billions


HBO e TVCine Emotion (5.ª temporada)
Protagonizada por dois pesos-pesados da representação – Damian Lewis (Irmãos de Armas, Segurança Nacional) e Paul Giamatti (Sideways, 12 Anos Escravo) –, “Billions” explora a ligação, um tanto promíscua, entre as altas finanças e a política norte-americana. Nos polos opostos estão o poderoso Bobby Axelrod, que ergueu um império multimilionário após o 11 de Setembro através de capitais de risco e alguns jogos de cintura pouco ortodoxos; e o inabalável Chuck Rhodes, Procurador de Justiça de Nova Iorque, que tem como missão pessoal encontrar provas da ilegalidade dos negócios de Axelrod. Entre os dois, ao longo das cinco temporadas, dar-se-á uma batalha sem tréguas, onde serão usados todo o tipo de artifícios e tráfico de influências. Produzido pela TBTF Productions para o canal Showtime, um drama político e judicial criado por Brian Koppelman, David Levien e Andrew Ross Sorkin. Como produtores executivos estão Brian Koppelman, David Levien, Andrew Ross Sorkin e Neil Burger. Para além das interpretações de Lewis e de Giamatti enquanto antagonistas, o elenco conta também com Maggie Siff, Malin Åkerman, Toby Leonard Moore, David Costabile e Jeffrey DeMunn.
 

The Newsroom

HBO
Will McAvoy (Jeff Daniels), apresentador principal do canal televisivo ACN, é considerado uma espécie de estrela do jornalismo e um dos mais credíveis da área. Apesar das suas inegáveis qualidades, trabalhar com ele é bastante desafiante, devido à sua personalidade um tanto individualista e autocentrada. Quando, durante um debate, ele perde completamente a cabeça e dá algumas respostas politicamente incorrectas perante uma audiência chocada, vê-se forçado pelo director do canal (Sam Waterston), a aceitar a contratação de uma nova directora de informação para conduzir o seu programa. Tudo seria (relativamente) tranquilo se a pessoa em questão não fosse MacKenzie McHale (Emily Mortimer), uma ex-namorada com quem há anos cortou relações. MacKenzie é brilhante e idealista, mas o passado em comum cria tensões difíceis de gerir. Apesar da resistência inicial, os dois vão mudar a lógica do programa, com total foco na qualidade da informação, em detrimento das audiências ou popularidade de qualquer interveniente. Já com três temporadas, The Newsroom foi criada por Aaron Sorkin (realizador de Jogo da Alta-Roda, Os 7 de Chicago e Óscar de Melhor Argumento por A Rede Social). John Gallagher Jr., Alison Pill, Thomas Sadoski, Dev Patel, Olivia Munn, Marcia Gay Harden e Jane Fonda juntam-se ao elenco. 

Mad Men

Prime Video
Uma série muito elogiada pela crítica pela qualidade do argumento, mas também pelo rigor com que recria os ambientes da década de 1960 e pela forma como, ao longo dos anos, vai inserindo no enredo as transformações sociais ocorridas nos EUA e no mundo. A acção gira em torno da fictícia Sterling Cooper, uma prestigiada agência de publicidade nova-iorquina onde trabalha Don Draper (Jon Hamm), o protagonista. Don é o genial director criativo da agência, que esconde um passado ambíguo e que gere com dificuldade a carreira e a sua vida pessoal. No escritório, ele vai assistindo, com alguma passividade, às rivalidades, traições e jogos de poder entre os vários colegas. Com 92 episódios divididos em sete temporadas, foi produzida pela Lionsgate Television para o canal AMC, e criada por Matthew Weiner. Conquistou quatro Globos de Ouro e 16 Emmys, entre eles o de melhor série dramática nas primeiras quatro temporadas consecutivas (2008, 2009, 2010 e 2011). Mad Men conta também com Elisabeth Moss, Christina Hendricks, John Slattery, Vincent Kartheiser e January Jones.

Silicon Valley


HBO
Richard (Thomas Middleditch), Big Head (Josh Brener), Gilfoyle (Martin Starr) e Dinesh (Kumail Nanjiani) são um pouco desajeitados no que concerne à interacção social e têm alguma dificuldade em gerir relacionamentos. Mas sua extraordinária inteligência transformou-os em programadores cheios de potencial. Por isso mesmo, tentam a sorte em Silicon Valley (Califórnia), onde a competição é feroz, mas que não deixa de ser um dos melhores lugares no mundo para se vencer no campo da indústria tecnológica. Os quatro vivem em casa de Erlich Bachman (T.J. Miller), que os acolhe em troca de 10% do lucro de qualquer projecto que venham a conceber. Quando Richard cria um algoritmo capaz de condensar dados sem perda de qualidade, fica na mira de alguns dos mais importantes empresários da área, que lhe fazem propostas extraordinariamente difíceis de recusar. Mas, depois de muito reflectir, Richard respira fundo, rejeita todas as propostas e faz o impensável: alia-se aos colegas com quem divide casa e funda a sua própria startup. É assim que eles entram na maior aventura das suas vidas. Criada, em 2014, por John Altschuler, Dave Krinsky e Mike Judge (ele próprio com experiência em Silicon Valley), uma série cheia de humor, onde os heróis são os inadaptados, que acompanha a odisseia de um grupo de amigos que começam do zero e que acabam por conquistar um lugar de destaque no panorama da tecnologia mundial.   

The Office 

Prime Video e Netflix (a partir do dia 23)
Os 188 episódios de pouco mais de 20 minutos contam as dificuldades vividas nos escritórios de uma filial da empresa inglesa Dunder Miffin. Michael Scott, o gerente, é um homem narcisista que usa o poder que tem para estar constantemente a fazer graçolas e a aborrecer os seus subordinados. Jim, Pam, Ryan e Kevin, as maiores vítimas dos excessos de Michael, vão tentando disfarçar o desconforto de forma a manterem o seu lugar na empresa. Disponível na plataforma Prime Video e Netflix (já a partir do dia 23), esta é a adaptação norte-americana da série homónima criada por Ricky Gervais e Stephen Merchant (aqui creditados como produtores e argumentistas de alguns dos episódios), que esteve em exibição no Reino Unido entre 2001 e 2003. A realização desta versão ficou a cargo de Greg Daniels (Saturday Night Live, King of the Hill, The Simpsons ou Space Force); a dar vida às personagens estão Steve Carell, John Krasinski, Jenna Fischer, Leslie David Baker, Brian Baumgartner e Angela Kinsey, entre outros.