Setúbal só conseguiu oito novos médicos. Director clínico alerta para falta de condições

Conselho de Administração e director clínico demissionário do Centro Hospitalar de Setúbal foram ouvidos na Comissão Parlamentar de Saúde por causa das dificuldades de funcionamento que levaram a dezenas de pedidos de demissão. O concurso para a construção do espaço que vai receber a nova urgência vai ser lançado esta semana.

Foto
Sara Jesus Palma

O Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) só conseguiu contratar oito médicos recém-especialistas no concurso que foi lançado em Abril/Maio. Na audição, requerida pelo PCP e PSD, por causa do pedido de demissão de 87 dirigentes médicos daquela unidade, o presidente do conselho de administração assumiu que há um défice de recursos humanos e que as contas da unidade estão no vermelho. O concurso para a construção do espaço que vai receber a nova urgência vai ser lançado esta semana.