Covid-19: mais 828 casos e nove mortes. Incidência e R(t) sobem

Desde 17 de Setembro têm-se registado menos de 1000 casos diários de infecção em Portugal.

Há mais 828 casos de infecção e nove mortes por covid-19 em Portugal. Há ainda menos dez pessoas internadas com covid-19 (num total de 335 internamentos) e menos duas em unidades de cuidados intensivos (num total de 54). Os dados constam do boletim epidemiológico divulgado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) esta quarta-feira, referentes à totalidade dos dados registados na terça-feira.

Houve 622 pessoas que recuperaram da infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2 (que causa a doença covid-19) e existem agora mais de 30 mil casos activos de infecção em Portugal.​

Dos 828 casos, as maiores “fatias” de novas infecções foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo (310 casos) e na região Norte (236 casos). Segue-se o Centro com 167 casos, o Algarve com 60 casos, o Alentejo com 50 novas infecções e os Açores com dez novos casos. A Madeira não contabiliza nenhum valor neste boletim epidemiológico e a DGS explica que houve “uma redução do número total de casos na Região Autónoma da Madeira, por força da necessidade de transferência de nove casos para as respectivas regiões de ocorrência”. Ainda assim, é feita a ressalva de que foram identificados quatro novos casos na terça-feira na região da Madeira.​

Das nove mortes, duas foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, duas no Alentejo, duas no Algarve, uma no Centro e uma no Norte. ​Uma das mortes que constam do boletim corresponde a uma mulher com idade entre os 40 e os 49 anos; outra das mortes notificadas corresponde a uma mulher com idade entre os 60 e os 69 anos. Três das pessoas que morreram tinham idades entre os 70 e os 79 anos e quatro eram pessoas com mais de 80 anos.

No dia anterior, foram registados 719 novos casos e oito mortes em Portugal. Desde 17 de Setembro têm-se registado menos de 1000 casos diários de infecção em Portugal.

Incidência e R(t) sobem ligeiramente 

A incidência aumentou para 83,2 casos de infecção por cada 100 mil habitantes (tanto a nível nacional como no continente) e o R(t) também subiu para 0,97 a nível nacional (e 0,98 no continente). O índice de transmissibilidade, também conhecido como R(t), corresponde ao número de pessoas infectadas por uma pessoa com infecção activa; a incidência da doença corresponde ao número de casos de infecção por SARS-CoV-2 por cada 100 mil habitantes.

A última actualização do índice de transmissibilidade e da incidência da doença tinha sido feita na segunda-feira. Nessa altura, a incidência era de 82,9 casos de infecção por cada 100 mil habitantes a nível nacional (82,7 no continente) e o R(t) era de 0,95, tanto a nível nacional como no território continental.