Filipa Roseta foi eleita vereadora de Moedas mas não renuncia a lugar de deputada

Deputada do PSD pediu para reduzir o trabalho parlamentar e ficar apenas com as questões da habitação.

Foto
Filipa Roseta foi a cabeça de lista do PSD no distrito de Lisboa às legislativas de 2019

A deputada do PSD, Filipa Roseta, não vai renunciar ao seu lugar no Parlamento apesar de ter sido eleita vereadora na Câmara de Lisboa na coligação liderada por Carlos Moedas. A acumulação de funções é possível à luz da lei desde que os vereadores não tenham pelouros, de acordo com o estatuto dos deputados. Mas a distribuição de pelouros ainda não está fechada no executivo camarário. “Não há nenhuma decisão ainda. Ainda estamos a fechar pelouros”, disse ao PÚBLICO fonte oficial do presidente da câmara eleito.