Moedas quer ficar neutral nas eleições internas do PSD

Paulo Rangel vai estar no conselho nacional desta quinta-feira como é sua “obrigação”.

Foto
O presidente eleito da Câmara de Lisboa marcou presença na apresentação do livro de Miguel Pinto Luz Ricardo Lopes

À entrada, Carlos Moedas prometeu não se intrometer na disputa eleitoral interna no PSD, depois entrou Paulo Rangel – que anunciou apenas que vai ao conselho nacional – e por fim chegou o ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, que não falou aos jornalistas. Os três juntaram-se, depois, na primeira fila, para assistir à apresentação do livro “Voltar a acreditar na política”, de Miguel Pinto Luz, apoiante assumido de Paulo Rangel, provável candidato à liderança do PSD.