Nobel premeia uso de experiências naturais para avaliar as políticas económicas

David Card, da Universidade da Califórnia, Joshua Angrist, do MIT, e Guido Imbens, da Universidade Stanford, receberam o prémio Nobel de 2021

Foto

É uma das dúvidas que mais vezes surge na ciência económica quando se estuda o impacto económico de uma medida: “o que é que teria acontecido se essa medida não tivesse sido adoptada?”. A resposta, essencial para medir as vantagens e desvantagens de determinadas políticas, é muitas vezes difícil de encontrar, especialmente porque em muitas ocasiões, fazer uma experiência controlada, numa espécie de laboratório gigante, é uma tarefa completamente impraticável.