PSD em stand-by, CDS em guerra aberta para o confronto em congresso

Francisco Rodrigues dos Santos e críticos internos divergiram sobre os resultados autárquicos e a antecipação do congresso. Nuno Melo é contra a data por ser coincidente com a do Chega

Foto
Rodrigues dos Santos e Nuno Melo são rostos da disputa pela liderança no CDS Estela Silva/Lusa

O CDS viveu, este domingo, mais um conselho nacional de guerra aberta como antecâmara da próxima disputa interna entre Francisco Rodrigues dos Santos e Nuno Melo. A antecipação da data do congresso foi aprovada por 64% dos votos favoráveis, como era esperado já que o líder tem maioria neste órgão.