Programa de comentário político Sem Moderação muda-se do Canal Q para a SIC Notícias

Espaço criado pelas Produções Fictícias manterá José Eduardo Martins, Pedro Delgado Alves, Francisco Mendes da Silva e Daniel Oliveira como comentadores.

Foto
Francisco Romao Pereira

O programa de debate político Sem Moderação, que era emitido pelo Canal Q, vai passar a ser produzido e emitido na SIC Notícias a partir do início de Novembro. Isso fará com que o canal da Impresa “roube” à TVI24 o comentador Francisco Mendes da Silva e à RTP3 José Eduardo Martins.

Na SIC Notícias, o Sem Moderação manterá o painel que já tinha no Canal Q: o antigo deputado do PSD e antigo secretário de Estado de Durão Barroso e Santana Lopes, José Eduardo Martins; o deputado do PS Pedro Delgado Alves; o antigo deputado do CDS (por um mês, em 2015) Francisco Mendes da Silva; e o jornalista e um dos fundadores do Política XXI e do Bloco de Esquerda, Daniel Oliveira.

O Sem Moderação é uma ideia original das Produções Fictícias e do Canal Q e consiste num programa de debate político em que cada um dos comentadores ocupa rotativamente, a cada emissão, a cadeira de moderador, sem que haja, na verdade, um dono desse lugar. Ou seja, não há uma figura que tenha poder superior sobre todos os outros.

Francisco Mendes da Silva, que é também colunista do PÚBLICO, irá deixar de ser comentador da TVI24 (futura CNN Portugal), enquanto José Eduardo Martins deixa o lugar de comentador no programa o Outro Lado, também de análise da actualidade política, que é emitido na RTP3 à segunda-feira à noite (e que conta com Pedro Adão e Silva e Ana Drago). Pedro Delgado Alves já estava na SIC Notícias a partilhar o frente-a-frente Linhas Vermelhas com Miguel Morgado (PSD) às quartas-feiras à noite.

Depois das eleições autárquicas, a SIC Notícias já lançou um novo programa de debates frente-a-frente, o Linhas Vermelhas. Agora, assume a produção do Sem Moderação mas ainda está em negociações com o canal Q e com as Produções Fictícias sobre o regime de emissões do programa, que poderá vir a ser reexibido no Q depois de estrear na SIC Notícias.