Cinco séries para os fãs do desporto

Uma selecção de séries para encher as medidas dos amantes do desporto, mas que não desilude os que apenas buscam diversão.

streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Fórmula 1: A Emoção de Um Grande Prémio
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
Ted Lasso
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
The Last Dance
streaming,series-,ipsilon,televisao,cinema,culturaipsilon,
Fotogaleria
A Grande Onda da Nazaré
,Tottenham Hotspur FC
Fotogaleria
Regras do Jogo: Regras de Um Treinador para a Vida

Fórmula 1: A Emoção de Um Grande Prémio

Netflix
Produzida pela Netflix, em colaboração com o promotor da Fórmula 1, esta série documental tem já três temporadas disponíveis. Cada uma segue de perto todos os intervenientes de um Campeonato Mundial de Fórmula 1, que consiste numa série de corridas em vários locais do mundo, conhecidas como Grandes Prémios, que ocorrem em circuitos criados para esse fim ou em percursos urbanos. A série tem já três capítulos (relativos aos campeonatos de 2018, 2019 e 2020) e conta com um quarto em fase de gravações que acompanha o decorrer do campeonato de 2021. Apesar de mais direccionada para aficcionados, cativa o interesse dos menos entendidos ao desvelar a modalidade sob a prespectiva dos pilotos, dos dirigentes, das marcas que representam e das várias equipas que estão por detrás de um dos mais espectaculares (e dispendiosos) eventos desportivos do mundo. Na realização estão Martin Webb, Nick Hardie, James Routh e Nonuk Walter; como produtor executivo está James Gay-Rees, também responsável pela produção dos documentários Senna (2010), Amy (2015) ou Diego Maradona (2019). Aqui, não é só dado destaque à adrenalina, à velocidade ou à rivalidade, mas também ao companheirismo e à união entre todo o grupo de trabalho, fundamental para se chegar à bandeira xadrez incólume. De preferência, em primeiro lugar. 

Ted Lasso 

Apple TV+
Ted Lasso (Jason Sudeikis, de Saturday Night Live), a personagem-título, ganhou vida depois de ter surgido em vários anúncios publicitários da NBC Sports, que se tornaram um grande sucesso. O espectador segue o percurso de Ted, um treinador de futebol americano que se vê em trabalhos quando é contratado por uma equipa inglesa para treinar futebol… europeu. Apesar da fama conquistada nos EUA e das suas inegáveis boas intenções, a verdade é que ele não percebe absolutamente nada da modalidade que aceitou treinar. Mas isso não o vai impedir de fazer aquilo em que é especialista: transformar cada um dos jogadores na melhor versão de si próprio. Ted Lasso foi nomeada para os Globos de Ouro, com Sudeikis a arrecadar o de melhor actor numa série de comédia. Foi também nomeada para 20 Emmys, vencendo sete, entre os quais: melhor série de comédia, melhor actor numa série de comédia (novamente Sudeikis) e melhor actor e actriz secundários em série de comédia (Brett Goldstein e Hannah Waddingham, respectivamente). A segunda temporada estreou-se em Julho e há já uma terceira confirmada.

The Last Dance

Netflix
No início da época de 1997-98 da NBA, depois de saírem vitoriosos em cinco campeonatos em sete anos, os Chicago Bulls deparam-se com um dilema que quase deita tudo a perder. Por questões de foro pessoal, Jerry Krause, então presidente, decide terminar o contrato com Phil Jackson, o treinador que durante aqueles anos conduziu os atletas ao primeiro lugar do pódio. A equipa, formada por grandes estrelas do basquetebol, entre elas Scottie Pippen, Dennis Rodman, e Michael Jordan – considerado quase por unanimidade como o melhor basquetebolista de sempre –, recusa-se a aceitar ser treinada por outra pessoa. Após extensas negociações, Jackson fica com o plantel por mais um ano. Esta última época dos Bulls, que continha em si um grande peso emocional e a que eles chamaram “The Last Dance”, foi acompanhada de perto por uma equipa de filmagens, cujo trabalho se vê agora nesta mini-série. Co-produzida pela ESPN Films e pela Netflix, The Last Dance é realizada por Jason Hehir e incide na carreira de Michael Jordan, com particular ênfase nesta última dança ao lado dos Chicago Bulls. 

A Grande Onda da Nazaré

HBO
Garrett McNamara, a onda gigante e a história que correu mundo e apontou o foco para a Nazaré. Eis o trajecto da série documental em seis partes que a HBO Portugal estreou em Julho de 2021. Realizada por Chris Smith, aborda a façanha do surfista norte-americano que, desafiado pelos nazarenos, ousou surfar uma perigosa e potencialmente fatal vaga de 30 metros, e cruza-a com o impacto que essa façanha teve ao “transformar a vila piscatória num destino de surf de excelência”, explica a sinopse. A Grande Onda da Nazaré não se fica por Portugal, viajando por quatro continentes para narrar a jornada de McNamara em busca da grande onda perfeita. Sílvia Pereira

Regras do Jogo: Estratégias para Vencer

Netflix
Através de entrevistas longas e algo intimistas, cinco treinadores reconhecidos internacionalmente apresentam ensinamentos importantes que foram adquirindo ao longo das suas carreiras e que têm passado aos seus atletas. Essas regras, que eles aplicam em campo, são de tal modo válidas, que servem também como orientação para a vida. Cada um dos cinco episódios põe-nos frente a frente com uma personalidade: Doc Rivers, o bem-sucedido treinador da NBA;  Jill Ellis, exímia treinadora da equipa norte-americana de futebol feminino; Patrick Mouratoglou, um dos responsáveis pela carreira da tenista Serena Williams; Dawn Staley, cinco vezes medalha de ouro nos Jogos Olímpicos e treinadora de basquetebol na WNBA (Associação Nacional de Basquetebol Feminino); e o português José Mourinho, também conhecido por “The Special One”, tornado lenda em todo o mundo tanto pela sua capacidade de formar vencedores, como pelo seu modo peculiar de lidar com a comunicação social. Regras do Jogo: Estratégias para Vencer teve duas nomeações para os Emmys, na categoria de desporto.