Johnson promete acabar com a desigualdade e com as “fraquezas estruturais” do Reino Unido

Primeiro-ministro britânico encerrou o congresso do Partido Conservador com um discurso optimista e elogioso do trabalho do Governo na gestão da pandemia e do pós-“Brexit”.

Foto
Boris Johnson fechou o congresso de quatro dias do Partido Conservador em Manchester, no Norte de Inglaterra NEIL HALL/EPA

No discurso de encerramento do congresso anual do Partido Conservador, em Manchester, Boris Johnson apresentou a sua faceta mais optimista e ambiciosa. O primeiro-ministro britânico encheu de elogios o trabalho do seu Governo na gestão da pandemia de covid-19, na adaptação à saída do Reino Unido da União Europeia e na resposta à crise económica, apresentando os tories como o único partido com perfil para resolver os problemas estruturais e as desigualdades regionais do país nos próximos anos.