Aqui já se sobrevive (e adapta) à crise climática

Uma floresta-cemitério, jardins subaquáticos, mulheres que têm de aprender a nadar para sobreviver aos efeitos das alterações climáticas. Em muitas partes do mundo o clima já mudou, e as consequências negativas das alterações climáticas levaram tanto a soluções inovadoras como a mudanças nos estilos de vida.

Na Gronelândia, Qeqertaq Arnatassiaq e Niels Molgard empurram um icebergue com o seu pequeno barco para que ele não arraste as suas redes de pesca. Cada vez mais icebergues estão a derreter devido aos efeitos das alterações climáticas. Ao afastar-se, arrastam as redes dos pescadores, causando prejuízos financeiros e ambientais ao fundo do mar. Turpin Samuel / Climate Visuals Countdown
Fotogaleria
Na Gronelândia, Qeqertaq Arnatassiaq e Niels Molgard empurram um icebergue com o seu pequeno barco para que ele não arraste as suas redes de pesca. Cada vez mais icebergues estão a derreter devido aos efeitos das alterações climáticas. Ao afastar-se, arrastam as redes dos pescadores, causando prejuízos financeiros e ambientais ao fundo do mar. Turpin Samuel / Climate Visuals Countdown

A Climate Visuals e o TED Countdown querem mudar a maneira como se fala da crise climática, focando o olhar — e a narrativa — nas soluções. Para isso, lançaram 100 fotografias que retratam soluções climáticas para o impacto global da crise climática, seleccionadas a partir de mais de 5000 imagens enviadas por profissionais e amadores de mais de 150 países. Climate Visuals é uma plataforma online de pesquisa de imagens sobre alterações climáticas lançada em 2016.

"A comunicação é um dos pilares fundamentais na luta contra as alterações climáticas”, defende Logan McClure Davda, do TED Countdown. “A maneira como falamos do impacto climático pode influenciar a opinião pública, e o efeito cascata é visível em toda a cultura, negócios, educação, media e muito mais”, afirma.  

As fotografias estarão disponíveis gratuitamente para algumas organizações   os media, educadores e grupos sem fins lucrativos — e  ilustram soluções climáticas positivas em cinco áreas principais: energia, transporte, materiais, alimentação e natureza. A colecção será exibida no TED Countdown Summit, que se realiza em Edimburgo, de 12 a 15 de Outubro. Estará também patente durante a conferência climática Cop26, em Glasgow, de 1 a 12 de Novembro.