Portal Base volta a estar online após partilha de dados sensíveis, mas textos dos contratos não podem ser lidos

Governo tinha desactivado divulgação e consulta de contratos como resposta à partilha de dados sensíveis. Especialistas em Administração Pública alertaram para potencial problema na execução de contratos, caso o site tivesse permanecido offline.

Foto

Cerca de 48 horas após ter sido desactivado por terem sido partilhados dados pessoais de cidadãos em contratos públicos, o Portal Base já está novamente em funcionamento. O Ministério das Infra-estruturas e da Habitação explica ao PÚBLICO que foram recuperadas “todas as funcionalidades do Portal”, exceptuando a possibilidade de os cidadãos visualizarem os textos dos contratos. Desta forma, o Governo conseguiu desarmadilhar um potencial problema que poderia colocar em causa a execução dos contratos celebrados enquanto o site continuasse offline