Cumbre Vieja, Etna e Fagradalsfjall: três fúrias acordadas na Europa — e a memória dos Capelinhos

O da Islândia será o menos perigoso. Em Portugal, a memória mais recente remonta ao que aconteceu no vulcão dos Capelinhos, nos Açores.

Foto
Reuters/JON NAZCA

A destruição galopante causada pela recente erupção do vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, chocou — e acordou — o mundo para os riscos da actividade vulcânica — que até então dormitava silenciosamente. Mas está longe de ser o primeiro acontecimento vulcânico a decorrer este ano. Aliás, neste momento, junta-se a outros dois principais vulcões em actividade na Europa: o Fagradalsfjall, na Islândia, e o Etna, em Itália.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários