Um capítulo de Para quê Tudo Isto? — Biografia de Manuel António Pina, de Álvaro Magalhães

Chega nesta quinta-feira às livrarias a biografia que Álvaro Magalhães escreveu sobre o Prémio Camões 2011. É uma edição da Contraponto. Aqui pode ler-se o capítulo A Música das Palavras. A sessão de lançamento de Para quê Tudo Isto? acontecerá a 2 de Outubro, às 17h00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, no Porto, com leituras de Rui de Noronha Ozorio.

Foto
Manuel António Pina fotografado em 2011 asm ADRIANO MIRANDA / PUBLICO

 Em 2001, quando o Porto foi classificado Património Mundial, Manuel António Pina foi com o [escultor] José Rodrigues, de quem era muito amigo, ao Museu Romântico assistir a uma cerimónia. José Rodrigues perguntou-lhe: «Já viste, Património Mundial, vais fazer um poema sobre isso?» Pina respondeu-lhe: «Tu és maluco! Eu não escrevo poemas sobre nada, tu é que és escultor comemorativo, qualquer dia fazes aí uma escultura sobre isso encomendada por alguém.» E em 2005, numa entrevista, repisou essa relutância em fazer poemas «sobre»: «Ainda hoje, não faço versos “sobre”. Não gosto de poesia “sobre”, tenho mesmo muita dificuldade em fazer “poesia sobre”.»