Autárquicas animam líder do CDS mas deixam Melo à espreita

A direcção de Francisco Rodrigues dos Santos considera que “o partido está vivo”

Foto
Francisco Rodrigues dos Santos já preparou a sua campanha interna para o congresso LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

A vivência do dia seguinte às autárquicas no CDS é semelhante à do PSD. O líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, ganhou um novo balão de oxigénio e deixou os críticos em banho-maria. Nuno Melo já se tinha posicionado na corrida interna e continua à espreita mas sabendo que, internamente, o caminho não ficou facilitado. Se as autárquicas eram uma prova de vida para o CDS, a direcção não tem dúvidas de que “o partido está vivo”.