Forças Armadas brasileiras nunca cumpririam uma “ordem absurda” sua, diz Bolsonaro

Presidente marcou com discurso o início das comemorações dos 1000 dias de Governo que serão assinalados em todo o país.

Foto
UESLEI MARCELINO/Reuters

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou na segunda-feira que as Forças Armadas não cumpririam “uma ordem absurda” que ele desse. A declaração foi feita no Palácio do Planalto, durante cerimónia alusiva aos mil dias do seu Governo, num discurso em que o chefe de Estado também afirmou que “obviamente” não eliminou a corrupção.