Trabalham, são autónomos e vivem com os pais: porque querem ou não conseguem sair?

Miguel e André vivem em casa dos pais, mas sentem-se independentes. Ana Filipa, contudo, não vê a hora de poder ter o próprio espaço. Apesar de estarem em diferentes situações, estes “adultos emergentes” partilham do mesmo sentimento. “Acusam-nos de sermos preguiçosos, mas são mesmo as condições externas que tornam complicado o processo de sair de casa.”

Foto
Ana Filipa Lopes, de 24 anos DR

O desejo de Ana Filipa Lopes, de 24 anos, é sair de casa dos pais e tornar-se “livre”. “Sempre disse que assim que fosse possível queria ser autónoma, independente e sair de casa.” A jovem terapeuta ocupacional diz que esta é a sua luta: “Tenho uma excelente relação com os meus pais, damo-nos muito bem, mas acho que eles já deram o apoio necessário e durante grande parte da minha vida. Quero muito ter o meu espaço, um sítio para ser eu e construir a minha vida”, reforça.