Noite longa em Lisboa. O tecnocrata que quis unir a direita faz tremer delfim de Costa

Carlos Moedas, de 51 anos, entrou na política em 2011 pela mão de Pedro Passos Coelho. Foi comissário europeu e estava na administração da Gulbenkian quando Rio o desafiou a candidatar-se a presidente da Câmara de Lisboa.

Foto
Carlos Moedas Nuno Ferreira Santos

As projecções à boca das urnas da Católica para a RTP e do ICS-ISCTE para a SIC colocam Fernando Medina e Carlos Moedas ombro a ombro na disputa pela vitória, ainda que com ligeira vantagem para o candidato social-democrata.