A ida para o jardim-de-infância: as separações e reencontros

A relutância inicial da criança em ficar no jardim-de-infância é um sinal positivo e indica que se estabeleceram vínculos afectivos seguros entre ela e os pais.

Foto
Telmo Quadros

A ida para o jardim-de-infância é uma oportunidade para o desenvolvimento, mas levanta desafios para crianças e pais. Não é por acaso que fica nas recordações de muitos de nós. A relação com amigos, o brincar, as actividades com adultos estimulantes, são aspectos positivos. No entanto, é pouco comum falar-se dos desafios de adaptação a essa mudança. Em particular, as vivências e estratégias que se podem adoptar no momento de separação e reencontro entre a criança e os pais.