Covid-19 em Portugal: mais nove mortes e 757 infecções. R(t) sobe ligeiramente

Contam-se actualmente 410 doentes hospitalizados, menos dois do que no último balanço. Incidência continua a descer.

Foto
Matriz da DGS desta sexta-feira DGS

Portugal registou na quinta-feira nove mortes e 757 infecções pelo novo coronavírus, de acordo com o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta sexta-feira. No total, desde o início da pandemia, já foram reportados 1.065.633 casos de covid-19 e 17.947 óbitos associados à doença.

Contam-se actualmente 410 doentes hospitalizados, menos dois do que no último balanço. Desses, 76 estão em unidades de cuidados intensivos, mais um do que no dia anterior. 

Quatro das nove mortes foram reportadas na região Centro, duas em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Alentejo e uma no Algarve. Entre as vítimas mortais contam-se uma mulher na faixa etária dos 40 aos 49 anos e os restantes óbitos foram de doentes com mais de 70 anos. 

A maioria das infecções foi verificada em Lisboa e Vale do Tejo, região que contou 277 novos casos. Seguem-se o Norte com 213 infecções, o Centro com 102, o Algarve com 70 e o Alentejo com 55. Na Região Autónoma dos Açores foram reportados 25 novos casos e 15 na Madeira.

Os indicadores da matriz de risco foram também actualizados no boletim desta sexta-feira e Portugal está agora mais perto do rectângulo verde: o índice de transmissibilidade da doença – designado por R(t) – subiu ligeiramente e situa-se agora em 0,83 a nível nacional e em 0,82 no território continental. Na última actualização, quarta-feira, o valor do R(t) era de 0,82 a nível nacional e de 0,81 no continente. 

Já a incidência desceu e fixa-se actualmente em 127,3 casos de infecção por 100 mil habitantes, nos últimos 14 dias em Portugal, valor que sobe para os 129,7 no território continental. Na quarta-feira a incidência era de 137,4 casos em todo o território nacional e 140,1 em Portugal continental.

Recuperaram da doença 1155 pessoas em 24 horas. Desde o início da pandemia contam-se 1.015.927 doentes recuperados.

O boletim da DGS dá ainda conta de 31.759 casos activos da doença, menos 407 em relação a quarta-feira. Este número é conseguido depois de subtraídos o número de mortes e de recuperados ao número total de casos.