“Em Portugal há a consciência de que a questão do Sara Ocidental se pode resolver como a de Timor”

Omar Mih, representante da Frente Polisário na Bélgica, denuncia aumento da repressão marroquina e pede à ONU que cumpra finalmente a promessa de referendo no território contestado.

Foto

Omar Mih veio a Lisboa com uma missão: alertar a classe política e a sociedade civil portuguesas para a degradação da situação política, económica e humanitária no Sara Ocidental desde o fim do cessar-fogo, em Novembro do ano passado, e pedir apoio internacional para o território anexado por Marrocos em 1975.