Como aumentar a eficiência das políticas de desenvolvimento económico? A geografia e a governança podem ajudar (muito)

O território que temos, o desenvolvimento que queremos e a reforma que falta (Texto 2 de 3).

Foto
Miguel Manso

Utilizar médias para caracterizar territórios pode ser muito enganador. Muitas vezes é difícil compreender as grandes diferenças que podem existir entre os níveis de rendimento ou esperança de vida à nascença entre lugares que podem estar pouco distantes. Pense-se por exemplo na proximidade das favelas e bairros elegantes do Rio de Janeiro. Calcular a média entre os dois faz pouco sentido. Mas a questão é: são as diferenças territoriais fruto das pessoas que lá vivem, ou são as diferenças entre as pessoas o fruto das diferenças entre territórios? É a velha questão da galinha e do ovo…

Sugerir correcção
Comentar