FC Porto começa a ceder o palco a uma juventude inquieta

Diogo Costa tem brilhado na baliza, João Mário parece aposta segura à direita, Fábio Vieira fez três assistências no último jogo. Esta está a ser uma época de afirmação para a formação dos “dragões”.

Foto
LUSA/MANUEL FERNANDO ARAÚJO

O FC Porto não pode, até ver, considerar-se campeão da aposta em jogadores da formação numa competição em que Benfica e Sporting já foram mais audazes, mas no Dragão assiste-se, por estes dias, à afirmação consistente de jovens valores que emergem nos grandes palcos internacionais, seja nas selecções, seja em competições como a Youth League, seja, agora, na Liga dos Campeões.