Aos 80 anos, o milagre de Fátima é uma e-scooter que a leva à liberdade

Sem lugar na rua, muitos idosos perdem autonomia e passam a depender de outros para se moverem em segurança. Se os outros, normalmente um familiar, não podem ir buscá-los, fecham-se em casa. Reflexão para o Dia Europeu Sem Carros.

Foto
Fátima Santos tem 80 anos mas tenta viver ao máximo sem depender de outros DR

Já a tinha visto na rua, pois a sua e-scooter branca, com a bandeira portuguesa, chama a atenção. Esta semana, ao chegar a casa de bicicleta, encontrei-a a sair e cumprimentei-a. Uma das vantagens de seguir a 15 km/h é que vemos e cumprimentamos toda a gente que quisermos; outra é que, normalmente, respondem-nos. E, nesses momentos, o nosso dia fica um bocadinho melhor.